Mesmo com taxa de ocupação elevada, Petrolina perde 11 leitos de UTI

 

O município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, perdeu 11 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo destinados para tratamento de pacientes com a Covid-19 em estado grave.

Antes com com 53 leitos disponíveis, o município conta agora com 42 leitos, sendo que até ontem (22), 31 destes estavam ocupados.

Segundo informações apuradas pelo PNB, somente no Hospital da rede privada Neurocárdio, o município perdeu seis leitos de UTI, após se encerrar o contrato firmado entre a unidade e a gestão municipal.

Os outros cinco leitos perdidos pelo município estavam disponíveis do Hospital Memorial, também da rede privada.

Após a redução, o município passou a contar com 10 leitos contratados no Hospital Universitário. A cidade conta ainda com 20 leitos de UTI estaduais na UPA, cinco no Hospital Memorial e 7 leitos no Neurocárdio.

O PNB procurou a Secretaria de Saúde da cidade, que confirmou a redução dos leitos de UTI na cidade. Em nota, a SESAU esclareceu a situação e garantiu que, em breve, contará com 47 leitos de UTI disponíveis.

Veja a nota na íntegra:

A Secretaria de Saúde de Petrolina informa que nesta segunda-feira (22), houve uma redução de 11 leitos de UTI no município, devido a um encerramento do contrato de seis leitos com um hospital da rede privada, sem a intenção de renovação por parte do hospital. Além disso, outros cinco leitos contratados pelo município, em outra instituição privada, foram ocupados por necessidades também do hospital. Após a desocupação, o município voltará a contar com esses cinco leitos, totalizando 47 leitos.

 

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.