“Prefeita, cadê você?” funcionários da Promatre, em Juazeiro, gravam vídeo cobrando de Suzana Ramos repasse para pagamentos dos salários atrasados

0

 

“Venho fazer um apelo a você, prefeita Suzana e a Secretaria de Saúde. Cadê os nossos salários? Cadê os repasses para a Promatre? Aqui têm famílias que precisam pagar dívidas, que têm crianças em casa, cobradores batem na nossa parte, precisamos honrar nossos pagamentos com os outros. Prefeita, cadê você? Mais de 32 mil votos, aqui a maioria votou toda em você, precisamos de um apoio seu. Ajude a Promatre!”, este foi o apelo de grupo de funcionários do Hospital Promatre, em Juazeiro, que estão há quase três meses sem receber salários. Eles gravaram um vídeo nesta terça-feira (23), fazendo uma cobrança à gestão municipal para que faça o repasse a instituição hospitalar conveniada.

No último dia 12, funcionários do Hospital ProMatre, em Juazeiro, no Norte da Bahia, procuram nossa redação para informar que estavam há dois meses sem receber os salários de forma integral.

“O último pagamento que recebemos foi o  referente ao mês de novembro e ainda veio apenas o salário seco, sem nenhum benefício, como o adicional noturno e insalubridade. Além disso, até hoje não recebemos os pagamentos referentes aos meses de dezembro e janeiro. Isso é um absurdo”, reclamou um funcionário, que por medo de represálias, pediu para não ser identificado.

Ainda de acordo ele, apesar dos salários atrasados, na quinta-feira (11), os trabalhadores receberam apenas o valor de 100,00 reais.

“É uma vergonha. Cem reais, uma esmola que deram para nós. Muitos funcionários, que moram em casas de aluguel, estão prestes a serem despejados. Outros estão sem ter o que comer. Como vamos pagar nossas contas, que também estão atrasadas, com apenas com 100 reais? Já tem trabalhador sendo intimado pela justiça por atrasar a pensão do filhos. Essa situação é muito triste e humilhante. Só queremos o que é nosso por direito.”, reivindicou.

Veja o vídeo

 

Eles ameaçaram paralisar as atividades, caso os pagamentos não fosse regularizados.

No dia 12, nós procuramos a Secretaria de Saúde de Juazeiro, e o órgão informou que recebeu somente em janeiro as notas fiscais dos serviços da ProMatre, referentes ao mês de novembro de 2020 e que o valor de R$ 475.796,63 foi pago no dia 22 de janeiro, depois da revisão de contrato e dentro do processo de transição de governo.

Ainda de acordo com a SESAU, a diretoria financeira da Secretaria de Saúde do município recebeu as notas fiscais de serviço referentes ao mês de dezembro de 2020, que entrarão na programação de pagamento aos fornecedores da Prefeitura de Juazeiro, mas ainda não foram pagas.

O PNB, no dia 26 de janeiro, também ouviu a Gerência Regional do Trabalho. O órgão informou que o Hospital ProMatre já foi autuado em razão do não pagamento dos salários dos funcionários referentes ao mês de dezembro de 2020 e foi notificado, novamente, para apresentar os pagamentos de salário dos funcionários no próximo dia 8 de fevereiro de 2021.

Vale lembrar que, mesmo sendo conveniado com a Prefeitura de Juazeiro, o hospital também tem outras fontes de renda, como atendimentos de planos de saúde e particulares, e é de responsabilidade da empresa manter a folha de pagamento dos funcionários em dia.

 

Da Redação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome