Aeroporto de Petrolina é arrematado na sexta rodada do leilão de aeroportos

 

O Aeroporto de Petrolina Senador Nilo Coelho, Pernambuco, foi arrematado no Bloco Central da sexta rodada do leilão de aeroportos realizada pelo Governo Federal nesta quarta-feira (7).

O bloco foi arrematado por R$ 754 milhões e dele também fazerm parte os aeroportos de Goiânia /GO, Palmas/TO, São Luís/MA, Imperatriz/MA e Teresina/PI. Segundo o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), o grupo vencedor do leilão tem expertise em concessões.

“A empresa a Compania de Participações e Concessões, que faz parrte do grupo CCR, um grande grupo de investimentos do Brasil, trabalha com concessões de rodovias, entre outras, e agora no setor de aeroportos”, detalhou em vídeo gravado após o leilão.

“Eles fizeram uma proposta extremamente agressiva. Um valor de mais de R$750 milhões para vencer o Bloco onde Petrolina está, superando mais de 9.000% do valor de referência. Isso noss anima, pois significa que eles estão com muito apetite e muita vontade de fazer esses investimentos. Agora é aguardar o trâmite burocrático para que a gente possa marcar uma reunião para conhecer os planos deles para Petrolina Mais investimento e mais emprego. Parabenizar também o Governo Federal por isso”, disse o prefeito.

O certame atraiu interessados para todos os três blocos ofertados e gerou uma arrecadação inicial de R$ 3,302 bilhões [confira o detalhamento ao fim do texto]. Segundo o Ministério da Infraestrutura, o ágio médio foi de 3.822% acima do valor inicial mínimo fixado pelo edital, que era de R$ 186,2 milhões.

Além do valor à vista, as regras do leilão preveem uma outorga variável a ser paga a partir do quinto ano de contrato. Durante os 30 anos de concessão, o investimento total nos 22 aeroportos é estimado em R$ 6,1 bilhões, dos quais R$ 2,8 bilhões no Bloco Sul; R$ 1,8 bilhão no Bloco Central, e R$ 1,4 bilhão no Bloco Norte.

Ese foi o segundo leilão de aeroportos realizado pelo governo de Jair Bolsonaro. No primeiro, em março de 2019, o governo arrecadou R$ 2,377 bilhões à vista com a transferência de 12 aeroportos para a iniciativa privada.

Leilão: A 6ª Rodada de concessão de aeroportos inaugura a “Infra Week”, semana qie ainda terá o leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), na quinta-feira (8), e de cinco terminais portuários no Maranhão e no Rio Grande do Sul, na sexta-feira (9).

A expectativa do governo é conseguir R$ 10 bilhões em investimentos privados no Brasil.

BLOCO SUL: Curitiba/PR, Foz do Iguaçu/PR, Londrina/PR, Bacacheri em Curitiba/PR, Navegantes/SC, Joinville/SC, Pelotas/RS, Uruguaiana/RS e Bagé/RS.

VENCEDOR: Companhia de Participações em Concessões

PROPOSTA FINAL: R$ 2.128.000.000,00

CONTRIBUIÇÃO INICIAL (LANCE MÍNIMO): R$ 130.203.558,76

ÁGIO: 1.534,36%

BLOCO CENTRAL: Goiânia /GO, Palmas/TO, São Luís/MA, Imperatriz/MA, Teresina/PI e Petrolina/PE.

VENCEDOR: Companhia de Participações em Concessões

PROPOSTA FINAL: R$ 754.000.000,00

LANCE MÍNIMO: R$ 8.146.055,39

ÁGIO: 9.156,01%

BLOCO NORTE: Manaus/AM, Tabatinga/AM, Tefé/AM, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Cruzeiro do Sul/AC e Boa Vista/RR.

VENCEDOR: VINCI AIRPORTS

PROPOSTA FINAL: R$ 420.000.000,00

LANCE MÍNIMO: R$ 47.865.091,02

ÁGIO: 777,47%

ARRECADAÇÃO TOTAL: R$ 3.302.000.000,00

 

Folha Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.