“Um político jovem com a cabeça antiquada”: leitor critica divulgação de nome do vereador de Juazeiro, Gleidson Azevedo, em ambulância comunitária

11

Neste sábado (23), o vereador do município de Juazeiro, no Norte da Bahia, Gledson Azevedo (PDT), divulgou nas redes sociais a aquisição de uma ambulância comunitária, que segundo ele atenderá os bairros Vila Tiradentes, Alto da Aliança, Jardim São Paulo e Jardim das Acácias.

[new_royalslider id=”262″]

(fotos divulgação redes sociais)

Porém, um leitor do Portal Preto no Branco, que preferiu não ser identificado, chamou atenção para o fato do equipamento público ter o nome do vereador. De acordo com ele, a prática é proibida e fere o princípio da impessoalidade da administração pública, art.37, da CF/88.

“A que ponto chegamos. As vezes me pergunto o quê e como pensam alguns agentes políticos que, em pleno século 21, agem como os coronéis do início do século 20. Um equipamento público com o nome do vereador impresso? E cadê o executivo que não está fazendo o que é de papel dele? Que eu saiba, verbas conseguidas através de emendas de deputados estaduais, federais, senadores e até doações, devem ser destinadas ao executivo e assim, este direcionar para onde se tem a verdadeira necessidade. Aí me pergunto: o posto de saúde do bairro está sem ambulância? Ou seria a prioridade outras questões na saúde como um todo no município?”, questionou.

O leitor questiona também se a situação pode ser considerada como crime eleitoral.

“Ele colocou inclusive na ambulância o apoio da prefeitura, Deputado Estadual Roberto Carlos e deputado federal Mário Negro monte Jr.
Será que o vereador tem conhecimento que o Ministério Público pode entrar com uma ação?
Todo equipamento público é público.
Imagine se todos e todas deputados e deputadas, federais e estaduais, vereadores e vereadoras, prefeitos e prefeitas, quando recebem emendas e apoios, colocassem seus nomes nestes equipamentos. E o governador e o presidente então?!”, acrescentou.

O leitor afirmou ainda que já encaminhou a denúncia para o Ministério Público.

“Senhor vereador, essa política coronelista conservadora e antiquada não pode mais existir na nossa sociedade. Um político jovem com a cabeça antiquada”, finalizou.

O PNB está encaminhando a reclamação para o vereador Gledson Azevedo.

 

Da Redação

11 COMENTÁRIOS

  1. Servir ao próximo é um dos ensinamentos de Cristo, então o vereador está fazendo o papel dele como homem público e como homem de Deus.Já a criatura que se esconde no anonimato não merece nenhuma resposta pois não tem a coragem de assumir suas ações,mais um corvarde na multidão.

  2. O vereador Gleidson Azevedo já publicou que foi com recursos próprios, será se é falta de leitura? esse blog não cansa de passar vergonha, kkkkkk

  3. tá de Parabéns o vereador Gledson, se faz reclama e se não faz reclama também! Esse Blog é imparcial e não o leitor que faz as matérias e sim dona do próprio Blog!

  4. Interessante o vereador está trabalhando em benefício da comunidade e só vejo questionamento contra o vereador deixa o homem trabalhar que vocês só gostam de políticos corruptos.

  5. Nd a ver isso oq q teem ele mostrar o trabalho dele ou como qualquer outro vereador pode mostrar tbm nd a ver isso ai eh perseguição com o vareador so porq colocou nome nd a ver. deixa povo trabalha

  6. Esse blog está propagando desinformação, a ambulância foi adquirido com recursos próprios.
    Isso é desinformação e FAKE NEWS, que falta de profissionalismo para apurar a veracidade da informação.

  7. Temos que parar de se incomodar com coisas fúteis, o importante é que o vereador está trabalhando e demonstrando o orgulho em estar correndo atrás de mais uma aquisição pra o município! Parabéns a Gleidson e ao Deputado Roberto carlos pela aquisição p/ nossa juazeiro. Sou juazeirense com orgulho agr!

  8. Parabéns pela aquisição da ambulância, mas a título de sugestão o Vereador teria que consultar se a lei permite que se coloque o nome, não sei se a assessoria dele dispõe de um advogado o que seria o certo, assim quando fosse tomar qualquer atitude teria a segurança jurídica necessária!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome