“A pandemia parece que acabou em Juazeiro”: perto dos olhos dos órgãos fiscalizadores, aglomerações na orla II acontecem livremente

 

 

Apesar da ampla divulgação das medidas restritivas adotadas pelos estado e municípios para conter o avanço Covid-19, e da gravidade da doença, com números crescentes de novos casos e óbitos, as cenas de aglomerações são frequentes também no município de Juazeiro, no Norte da Bahia.

Foi o que se viu neste domingo (02), na orla II da cidade, quando grupos de pessoas, em sua maioria jovens, lotaram o espaço.

O descumprimento das medidas de distanciamento social e a falta de fiscalização vem revoltando grande parte da população, principalmente os artistas que estão há mais de um ano sem poder trabalhar, como é o caso do cantor Alan Cleber.

“Fica claro a desordem do município perante os protocolos impostos pelo governo do estado da Bahia. Enquanto muitos donos de bares, artistas, cantores, músicos, estão vivendo uma espera dolorosa para poder trabalhar com dignidade, outros fazem descaso, desrespeitam a vida, zombam da nossa cara. O município de Juazeiro BA se comporta de forma irresponsável. Não havendo sequer fiscalização. A pandemia parece que acabou em Juazeiro”, desabafou.

O artista também enviou para a nossa redação um vídeo flagrante da aglomeração na orla II da cidade, onde também funciona a sede da Guarda Municipal.

Veja:

 

Ele finalizou cobrando fiscalização do poder público.

“Quer dizer que somos nós artistas, donos de bares responsáveis pelo contágio? Eu como cidadão exijo uma explicação para tamanho descaso com a saúde pública?”, concluiu.

O PNB encaminhou a reclamação para os órgãos responsáveis pela fiscalização na cidade. Em nota, a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano declarou que “o efetivo de agentes é pequeno para cobrir todo o município de Juazeiro e é humanamente impossível estar em todos os bairros da sede e distritos da zona rural em tempo integral”.

Veja a nota na íntegra

A Prefeitura de Juazeiro esclarece que a fiscalização para evitar aglomerações e descumprimentos dos decretos estadual e municipal é realizada através de uma força tarefa entre equipe da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB), agentes da Guarda Municipal e Polícia Militar.

Desde o início das medidas restritivas em âmbito estadual e municipal, as equipes que atuam na fiscalização têm trabalhado incansavelmente para coibir situações de descumprimento do toque de recolher. Infelizmente, o efetivo de agentes é pequeno para cobrir todo o município de Juazeiro e é humanamente impossível estar em todos os bairros da sede e distritos da zona rural em tempo integral.

Onde as equipes da SEMAURB e Guarda Municipal não alcançam, cabe à Polícia Militar atuar, como tão bem vem agindo nesse trabalho conjunto com a gestão municipal. A Prefeitura de Juazeiro não tem medido esforços, mas também pede a colaboração de toda a população nesse momento crítico da pandemia para que evitem aglomerações.

Denúncias de aglomerações e desrespeito às medidas restritivas podem ser feitas para os telefones da SEMAURB (74) 3612-3581, Guarda Municipal 153 e Polícia Militar 190.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.