Acusado de homicídio, roubo e tráfico de drogas é preso em Juazeiro

 

 

Durante mais uma etapa da operação “Atropina”, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na manhã dessa quinta-feira (10), no município de Juazeiro, no Norte da Bahia, contra um homem acusado de homicídio e de integrar de uma quadrilha que vem praticando roubo a banco, carro-forte e tráfico de drogas na região.

De acordo com investigações, o suspeito assassinou no dia 21 de abril deste ano um homem identificado como Edeilton Eduardo da Silva, conhecido como “Nenê da Manga”.

Segundo informações da PC, o acusado foi preso em Flagrante Delito, quando estava em sua Chácara, situada no Riacho da Massaroca, Distrito de Maniçoba, Zona Rural de Juazeiro.

Durante buscas realizadas na propriedade do suspeito, a polícia informou que encontrou o seguinte material, que foi apresentado juntamente com o acusado, à autoridade Policial representante: 01 Revólver calibre 38 de marca Taurus e numeração suprimida; 09 munições do mesmo calibre intactas; 02 estojos de calibre 38; 01 Espingarda calibre 36 de marca CBC e numeração 09268; 06 munições do mesmo calibre intactas; 01 munição do mesmo calibre deflagrada; 02 munições de calibre 36 pinadas; 01 CNH aparentemente falsa com dados do mesmo; 01 CRLV e 01 CRV do veículo VW GOL 1.6, cor preta de Placa policial KHM5001 em nome de terceiros; 01 cordão prata com pingente; 01 cordão dourado com pingente; 01 relógio dourado de marca invicta; 01 cartucheira de couro; 01 recipiente de plástico contendo pólvora; 01 celular de cor azul e marca Sansung; 01 veículo de marca VW de modelo Gol 1.6 , cor preta, de Placa KHM 5001, com possíveis sinais de adulteração.

Após o interrogatório, o suspeito foi submetido a exame de lesões corporais e custodiado para que sejam tomadas as medidas cabíveis e encaminhado ao CPJ.

Com informações da Delegacia de Homicídios de Juazeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.