Dois cães morrem após ataque de um Pitbull que invadiu casa, em um condomínio de Petrolina (PE)

Dois cães morrem após ataque de um Pitbull que invadiu casa, em um condomínio de Petrolina (PE)

 

 

No final da tarde desta terça-feira (27), uma família que mora em um condomínio de Petrolina (PE) viveu momentos de horror, com a invasão de um cachorro da raça pitbull à residência.

De acordo com o dono da casa, Reginaldo Cariri, que gravou um vídeo para as redes sociais, o animal estava solto pelo condomínio, quando, de repente, apareceu em sua casa.

Duas pessoas que estavam em casa, entre elas uma criança, conseguiram se trancar em um quarto e os dois cães da família que estavam fora, foram mortos pelo animal.

Marley e Baruam viviam há anos com a família. Em choque, os familiares demostrou dor e revolta com o ataque aos animais e a gravidade da situação.

“Eles morreram para defender minha sobrinha e minha filha que se trancaram no quarto (…) Dentro da minha própria casa. Um cachorro que fazia parte da minha família há 14 anos”, chorou o dono da casa.

Muito abalado, ele pediu punição para os responsáveis pelo animal.

“Olha como tá de sangue na minha casa. Um absurdo criar um animal desse. Ia pegando pessoas dentro da minha casa. Mais um episódio acontece aqui em Petrolina. Criam estes cachorros sem um pingo de responsabilidade. Isso sim merece ser punido pela Justiça”.

Ataque de pitbull na orla

No último dia 16, Katia Rodrigues, 49 anos, foi atacada por um animal da raça pitbull, durante um passeio pela orla de Petrolina.

Na tentativa de proteger sua cadela, que foi atacada pelo pitbull, Kátia acabou sendo alvo do animal, que estava solto, sem coleira, com a tutora ao lado.

Ela prestou uma queixa na Delegacia da Polícia Civil contra os tutores do cachorro.

A tutora responsável pelo pitbull foi identificada, e é moradora de Juazeiro.

A PC informou, em nota, que abriu inquérito para investigar o caso e que, neste momento, não serão repassadas mais informações à imprensa para não atrapalhar o andamento das investigações.

Kátia ficou internada em um hospital privado de Petrolina, onde passou por uma cirurgia. Ela foi atingida no rosto e teve parte do couro cabeludo arrancado. A cachorrinha dela também ficou ferida e foi atendida em uma clínica especializada.

 

Da Redação     

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.