Foragido e prestes a ser preso no México, Zé Trovão diz que “Pau vai continuar torando”

Foragido e prestes a ser preso no México, Zé Trovão diz que “Pau vai continuar torando”

Um dos líderes de um grupo de caminheiros ligados aos atos bolsonaristas, Zé trovão, foi localizado no México, escondido em um hotel, após ter a prisão decretada pelo Ministro Alexandre de Moraes.

Foragido da Justiça, Marcos Antônio Pereira Gomes, o Zé Trovão, foi localizado pela embaixada brasileira no México e deverá ser preso ainda hoje.

Nesta quinta-feira (9) ele gravou um novo vídeo em que diz não saber o que vai acontecer, mas que o “pau vai continuar torando”, e voltou a ressaltar que o objetivo das mobilizações é a destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“A nossa pauta é impeachment dos ministros. Se vira. Não sei o que vai ter que acontecer, mas o pau vai continuar torando”, afirmou o caminhoneiro em um novo vídeo divulgado nas redes sociais.

Na manhã desta quinta-feira (9), após divulgação de um áudio de Bolsonaro pedindo aos caminhoneiros para retrocederem nos protestos, Zé Trovão divulgou um vídeo chamando o presidente para intervir na manutenção da paralização. O caminhoneiro lamentou a posição atribuída a Bolsonaro no pedido de recuo do movimento e disse que sua vida “está destruída”.

Agora à tarde, em outro vídeo, Zé trovão, mudou o discurso e passou a dizer que a pauta da mobilização não tem nada a ver com o presidente e sim com “o povo brasileiro”, defendendo uma mudança de foco, desta vez contra o presidente do senado, Rodrigo Pacheco, a quem acusa de omisso por não colocar em votação o pedido de impeachment de Alexandre de Moraes.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.