PIB per capita deve fechar o ano 7,5% abaixo do pico de 2013

PIB per capita deve fechar o ano 7,5% abaixo do pico de 2013

Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), a recuperação do patamar de Produto Interno Bruto (PIB) per capita de 2013, mais alto registrado no Brasil, pode demorar quase uma década.

E isso também é um reflexo da pandemia da Covid-19 e suas incertezas no desempenho econômico do Brasil. Assim,  o país só deve recuperar o nível de riqueza de antes do coronavírus a partir de 2023.

Em 2020, o PIB registrou uma baixa de 4,1%, enquanto o PIB per capita desvalorizou 4,8%, indicando a maior queda nos últimos 25 anos. O valor ficou em R$ 35.172 por habitante.

O Ibre/FGV avalia que o PIB per capita irá registrar um crescimento de 4,1% em 2021. O valor representa que o brasileiro deve terminar o ano 0,9% mais pobre em comparação com 2019 e 7,5% inferior ao pico de 2013.

O cálculo do PIB per capita funciona como um termômetro de avaliação do nível de renda de uma nação. Para chegar no resultado, é preciso somar tudo que o país produz e dividir pelo número de habitantes.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.