“O que está acontecendo com a saúde de Juazeiro?”: leitora reclama de falta de vacinas de rotina em UBS’s da cidade; Sesau nega

"O que está acontecendo com a saúde de Juazeiro?": leitora reclama de falta de vacinas de rotina em UBS's da cidade; Sesau nega

Com a pandemia do novo coronavírus, a importância das vacinas para a prevenção de doenças ficou ainda mais evidente. Porém, no município de Juazeiro, no Norte da Bahia, alguns usuários do Sistema Único de Saúde estão enfrentando dificuldades para ter acesso a imunização de rotina.

Em contato com o Portal Preto no Branco, uma mãe de duas crianças gêmeas de 04 anos, relatou que nessa quinta-feira (14), precisou percorrer cinco Unidades Básicas de Saúde para conseguir que os filhos tomassem as vacinas recomendadas para a idade.

“O que está acontecendo com a saúde de Juazeiro? Meus filhos completaram 4 anos e precisam tomar as vacinas indicadas para essa idade. Fui em 5 postos próximos a nossa casa, que fica no bairro Santo Antônio, e não consegui. No primeiro, fui informada que o atendimento estava sendo 100% de Covid. Em outros dois postos as vacinadoras estavam de férias, e nos outras dois, fui informada que não tinham todas as vacinas. Eu fiquei horrorizada com o que eu vi ontem. As pessoas são tratadas como lixo. Nunca passei por isso aqui em Juazeiro”, reclamou a moradora.

Ainda de acordo com ela, depois de muita procura, as crianças receberam as vacinas.

Ontem ainda, consegui que três vacinas fossem aplicadas nos meus filhos e hoje tomaram a última em outra UBS. Falta organização. Quantas crianças estão com vacinas atrasadas por conta dessa situação? Se a mãe não corre atrás, não tem informação, e nem disponibilidade de tempo para ir de posto em posto, os filhos não são vacinados. Vacinas são essenciais”, finalizou.

O PNB encaminhou a reclamação para a Secretaria de Saúde de Juazeiro. De acordo com o órgão, “a vacinação de rotina está sendo realizada nas unidades e que esta semana, todas as unidades foram reabastecidas com vacinas de rotina”.

A Sesau ressaltou que “quando há vacinação Covid-19 na unidade em um horário, a vacinação de rotina é feita em horário oposto para não misturar os públicos e evitar aglomeração”.

A Secretaria informou ainda que irá averiguar a situação relatada pela leitora, sobre as vacinadoras que estavam de férias.

Da Redação foto arquivo PMJ

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.