Aero Cruz antecipa eleição e é reconduzido à presidência da Câmara de Vereadores de Petrolina

Aero Cruz antecipa eleição e é reconduzido à presidência da Câmara de Vereadores de Petrolina

Durante sessão solene na manhã desta terça-feira (30), o vereador Aero Cruz (MDB) foi reeleito presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina para o biênio 2023-24.

Foram 20 votos a favor e apenas um contrário.

O mandato de Aero Cruz, como presidente do legislativo municipal, terminaria em 31 de dezembro de 2022, mas o pleito foi antecipado. Ele foi reeleito com apoio da bancada da situação, e com votos dos vereadores Elismar Gonçalves e do líder da Oposição, Marquinhos do N4, do Podemos. Faltaram à sessão, Samara da Visão (PSD) e o líder governista Ronaldo Silva (DEM). O único voto contrário foi do vereador Gilmar Santos (PT).

Em nota pública, Gilmar Santos criticou a antecipação da eleição, e julgou como uma manobra arbitrária de Aero Cruz para manter os privilégios do cargo.

“A atitude do vereador Aero Cruz é típica de gente que está encantada com o poder, com regalias e privilégios. Seu salário é de 30 mil reais mensais, 15 mil como vereador e mais 15 mil como presidente da Câmara, pagos pela população de Petrolina. O orçamento que passa por suas mãos é milionário. Só este ano foram mais de 20 milhões. No próximo serão mais de 26 milhões.  E chega a ter até 10 vezes mais assessores que os demais vereadores”.

Ele também apontou que a antecipação é ilegal: “O vereador Aero e demais vereadores que o apoiam, rasgam a Constituição, afrontam a vontade do povo, transformam a Câmara em um ambiente de ilegalidades, de interesses escusos e mais, não dão qualquer chance, nem tempo suficiente, para que os membros daquela Casa e a sociedade avaliem sua atuação”, afirmou a nota.

Composição:

Presidente Aero Cruz, primeiro vice-presidente Manoel  da Acosap, segundo vice-presidente Diogo Hoffman, terceiro vice-presidente Zenildo Nunes da Silva,  primeiro secretario Rodrigo Teixeira, segundo secretário Garutiano Cigano e terceiro Secretário Josivaldo de Barros.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.