Marighella: Comissão aprova inclusão do guerrilheiro em livro de heróis

Marighella: Comissão aprova inclusão do guerrilheiro em livro de heróis

Na tarde de hoje (30), a Comissão de Cultura da Câmara de Deputados aprovou projeto de lei que pede a inscrição do nome do guerrilheiro Carlos Marighella no Livro dos Heróis da Pátria.

O projeto é de autoria do deputado federal baiano Valmir Assunção (PT) e Janete Capiberibe (PSB-AP), e recebeu parecer favorável de Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

“Marighella foi um lutador do povo. […] Obrigado, Jandira Feghali, pelo relatório preciso!”, comemorou Assunção nas redes sociais.

Em 19 de novembro, Luiz Lima (PSL-RJ) apresentou voto em separado, pela rejeição do texto, “pois não faria sentido reconhecer como herói da pátria um cidadão brasileiro que se dedicou, sistematicamente e com todas as suas forças, a tentar destruir a nação brasileira, as liberdades de nosso povo e as instituições de nossa pátria”.

Filme de Marighella

A discussão sobre Marighella voltou à tona neste mês, após estreia do filme, dirigido pelo também ator baiano Wagner Moura, que conta a história do guerrilheiro.

O filme chegou a ser visto por cerca de 250 mil espectadores e arrecadado em torno de R$ 5 milhões nas bilheterias, consolidando-se como o maior sucesso do cinema brasileiro em 2021 e da era pandêmica em geral.

O longa teve pré-estreia mundial no Festival de Berlim de 2019 e chegou a ser exibido nos EUA no ano passado, onde atingiu 88% de aprovação da crítica, na média apurada pelo site Rotten Tomatoes. No Brasil, no entanto, enfrentou entraves burocráticos da Ancine, que represaram a liberação de sua verba e impediram o lançamento originalmente planejado há dois anos, atrasando sua estreia para 2021.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.