Secretaria de Educação de Juazeiro afirma que recebeu negativa do TCM e FNDE sobre pagamento do Auxílio Tecnológico e ressalta que “preza pela legalidade na valorização em pecúnia dos servidores”

Secretaria de Educação de Juazeiro afirma que recebeu negativa do TCM e FNDE sobre pagamento do Auxílio Tecnológico e ressalta que "preza pela legalidade na valorização em pecúnia dos servidores"

Durante entrevista ao programa Preto no Branco, transmitido pela rádio Transrio 99 FM, nesta segunda-feira (6), os professores Agnaldo José e Rosilda Marques, cobraram o pagamento do benefício e também do rateio do FUNDEF 70. Eles convocaram os profissionais efetivos e contratados da prefeitura para participarem de uma manifestação prevista para quarta-feira (8), em frente ao Paço municipal.

“Vamos dizer sim ao Auxílio Tecnológico! Vamos dizer sim ao rateio do FUNDEF 70!  Queremos democracia, respeito e valorização!”, declarou Agnaldo.

A Secretaria de Educação e Juventude (Seduc), ressaltou ainda que “tem realizado uma série de ações em prol do servidor da educação, pagando os direitos e vantagens da categoria, em ações inéditas. Entre as iniciativas já em andamento, está o pagamento de todas as licenças-prêmio acumuladas, destinadas aos profissionais efetivos interessados, que possuem períodos aquisitivos. São mais de R$19 milhões em investimentos oriundos de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Além do pagamento das licenças-prêmio acumuladas, a Prefeitura de Juazeiro também está pagando  a antecipação das férias de janeiro para os profissionais da educação, contabilizando cerca de R$ 4 milhões, e mais dez dias de indenização das férias para os que solicitaram (mais de R$ 2,5 milhões). Tais ações, se somadas aos pagamentos das licenças-prêmio, resultam em mais de R$25 milhões em prol dos servidores públicos, que ainda neste mês, também receberão o 13º salário”.

O órgão enviou ao PNB, os pareceres do FNDE e TCMBA.

Confira na íntegra:

SEDUC Consulta sobre pagamento de Pecúnia (3)

TCM seduc

Auxílio Tecnológico

Em reportagem do Portal Preto no Branco, publicada em novembro desde ano, o professor da rede municipal, Agnaldo José de Souza revelou que, apesar da Prefeita Suzana Ramos (PSDB) alegar que estava aguardando um parecer do Tribunal de Contas do Município (TCM) acerca do pagamento de verba indenizatória aos servidores da educação, destinado ao ressarcimento de internet e equipamentos tecnológicos, o processo que havia no órgão foi cancelado pela própria Secretaria de Educação e Juventude de Juazeiro (Seduc).

O educador enviou ao PNB uma gravação feita da conversa que o mesmo teve com um representante do TCM. Na ligação, um representante do órgão, de prenome Thiago, demonstrava estranheza ao identificar o pedido de cancelamento da solicitação e afirma que foi a Secretária de Educação de Juazeiro, Normeide Almeida, quem fez o pedido.

“Como ela pede a consulta e pede o cancelamento? Não estou entendendo mais nada”, diz o representante do TCM que acrescenta “A Secretária de Educação Normeide fez a consulta ao Tribunal de Contas do Município, nós mandamos para a Assessoria Jurídica e ela vem e solicita todos os cancelamentos dessa consulta e então o tribunal arquivou o processo. O TCM não se manifestou quanto o assunto, já que ela pediu o cancelamento”.

Veja o áudio na íntegra

 

Redação PNB

2 Comentários


  1. Secretaria de educação fazendo jogo sujo sobre o auxílio tecnológico.Queria saber se a mesma não é professora. Lembre se a senhora está secretaria.

    Responder

  2. Prefeita Suzana acorde, Juazeiro tá pior, que estava. Amiga Juazeiro fede

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.