Juazeiro: obra de duplicação da BA-210 é paralisada por trabalhadores que cobram pagamentos atrasados; empresa promete regularizar situação

0

Caçambeiros que atuaram na obra de duplicação da Rodovia BA-210, no trecho entre as rótulas do Mercado do Produtor (BR.407) e da Avenida Salitre (BR.122, km 390,8), em Juazeiro, no Norte da Bahia, realizaram 24 horas de manifestação para cobrar o pagamento dos salários atrasados.

O ato teve início na manhã dessa segunda-feira (20), quando os trabalhadores contratados pela empresa privada de Salvador, San Juan, paralisaram a obra.

“A empresa está nos devendo há seis meses. Trabalhamos na obra nos meses de junho e julho e até hoje não recebemos pelo serviço prestado. Por isso fechamos o perímetro, travamos as máquinas, bloqueamos as entradas e saídas dos carros e paramos a obra para que a empresa faça os pagamentos. São muitas promessas”, declarou ao PNB o caçambeiro Adelmo.

(Início da manifestação)

Ainda de acordo com ele, além dos caçambeiros, outros profissionais também estão com salários atrasados.

“Outros trabalhadores da obra também estão sem receber seus salários. Eles também não receberam décimo e nem o auxílio transporte, um direito pois são todos de outras cidades. É uma falta de compromisso muito grande dessa empresa com nós trabalhadores”, acrescentou.

Adelmo explicou ainda que no início da manhã desta terça-feira (21), o protesto dos caçambeiros foi encerrado após um novo acordo com a empresa.

“Hoje o dono da empresa conversou com a gente e pediu para liberar as máquinas, com a promessa de realizar os pagamentos até às 10h da manhã.  Isso é que foi combinado, por isso resolvemos encerrar o protesto, mas caso o acordo não seja cumprido, vamos interromper a obra novamente”, afirmou.

(Fim da manifestação)

A duplicação da Rodovia BA-210, é coordenada pela secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra) e tem um  investimento de R$ 10,6 milhões. O prazo da obra é de oito meses.

Da Redação PNB

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome