“É humilhante” servidores do Hospital da Criança de Juazeiro se queixam da “péssima qualidade” da alimentação disponibilizada nos plantões

"É humilhante" servidores do Hospital da Criança de Juazeiro se queixam da "péssima qualidade" da alimentação disponibilizada nos plantões

Um grupo de profissionais de saúde que atuam no Hospital da Criança de Juazeiro, no Norte da Bahia, entraram em contato com o Portal Preto no Branco para reclamar da qualidade da alimentação que estão recebendo durante os plantões. Os atendimentos pediátricos, que aconteciam na UPA, onde sendo realizados no Hospital São Lucas desde 2020 devido a pandemia do novo coronavirus, e é de obrigação da gestão municipal fornecer a alimentação dos servidores.

“A comida é de péssima qualidade. Há mais de uma semana estamos comendo soja, que vem sem tempero nenhum, no almoço e no jantar. Como aqui não temos cozinheira, as nossas comidas vem do Hospital Materno Infantil e lá a situação é a mesma. Os médicos compram comida para não ter que comer a que a gente está recebendo. E a gente ou come a ruim, ou compra, ou fica com fome. Mas não temos condições de comprar comida em todo o plantão, pois temos nossas despesas. E quando a gente reclama, ainda ouvimos piadas do tipo: ‘Na sua casa você come bem todos os dias?’ E eu respondo, na minha casa alimentação é prioridade e aqui existe um orçamento milionário, para este fim também. É cruel e humilhante”, relatou uma representante do grupo.

Os funcionários cobram providências ao poder público.

“O que está ocorrendo aqui é um descaso com funcionários, desrespeito e desvalorização do servidor. Esta é a tão propagada gestão humanizada? A prefeitura tem o recurso para a alimentação dos funcionários e mesmo assim está nos oferecendo uma comida de péssima qualidade. O que está acontecendo? Estão deixando a gente com fome? Isso nos desmotiva. A prefeitura diz que valoriza o servidor, e trata quem cuida das pessoas, que somos nós, profissionais de saúde, com esta hostilidade. A  gestão municipal precisa resolver essa situação o mais breve possível”, concluiu.

Estamos encaminhando a reclamação para a Secretaria Municipal de Saúde.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.