Polícia Civil segue investigando latrocínio ocorrido no bairro Dom Tomaz, em Juazeiro; até o momento ninguém foi preso

Polícia Civil segue investigando latrocínio ocorrido no bairro Dom Tomaz, em Juazeiro; até o momento ninguém foi preso

O assassinato de Manoel Bonfim Neto, de 48 anos, morador do bairro Dom Tomaz, chocou a população de Juazeiro, no Norte da Bahia. Ele foi morto dentro da própria residência, vítima de um latrocínio, na noite do último dia 04.

Até o momento, ninguém foi preso. Ao PNB, a Polícia Civil declarou a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Juazeiro está apurando a  autoria e motivação do crime.

Ainda de acordo com a PC, testemunhas estão sendo ouvidas e a unidade aguarda o resultado de laudos periciais. A Delegacia também está coletando as imagens de videomonitoramento para identificar os suspeitos.

“As investigações estão em andamento e, por ora, detalhes não estão sendo divulgados, para não interferirem no andamento do caso”, acrescentou a PC.

O crime

Segundo registrado em ocorrência, dois homens chegaram em uma motocicleta e abordaram a filha da vítima, que estava sentada na porta da frente de sua residência, com a finalidade de subtrair o aparelho celular. De acordo com as informações, o homem foi atingido por um disparo de arma de fogo ao tentar proteger a filha e veio a óbito no local do crime. A Polícia Técnica foi acionada e realizou as primeiras diligências de polícia judiciária.

 

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.