Por falta de médico, doações no Hemoba de Juazeiro foram suspensas nesta quinta-feira (28) e doadores questionam: “”Por que não providenciam outro?””

Por falta de médico, doações no Hemoba de Juazeiro foram suspensas nesta quinta-feira (28) e doadores questionam: ""Por que não providenciam outro?""

Doadores que procuram o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Bahia, (HEMOBA), no município de Juazeiro, no Norte da Bahia, para realizar a coleta, nesta quinta-feira (28), foram surpreendidos com a suspensão do serviço. Por falta de médico na unidade, eles foram dispensados sem conseguir realizar as doações.

“Cheguei aqui hoje no HEMOBA para fazer a minha doação e fui informada que as coletas não estão sendo feitas porque o médico está de atestado e as doações não podem ser feitas sem um profissional acompanhando. Acredito que falta organização e planejamento. Se já sabem que o médico vai se ausentar, porque não providenciam outro para que o serviço não seja suspenso e assim prejudique os pacientes?”, questionou uma doadora.

Também em contato com o PNB, outro doador criticou a falta de aviso prévio à população sobre a suspensão das doações.

“Não avisaram que hoje não iam acontecer as coletas. A gente perde um dia de serviço para vir fazer o bem, e chegando aqui, se depara com o serviço suspenso. Convocam a população para doar sangue e acabam dificultando o serviço. A gestão do HEMOBA precisa se organizar melhor”, declarou.

O PNB entrou em contato com a o Bioquímico e Coordenador Administrativo do HEMOBA de Juazeiro, Ciro Valonni. De acordo com ele, o médico que atende as quintas e sexta-feiras está em tratamento fora do município.

“Só conseguimos médico substituto para a sexta-feira. Provavelmente na próxima quinta-feira às coletas também estarão suspensas, pois o profissional já tem retorno do tratamento para a semana que vem”, informou.

Reclamação semelhante 

Esta não é a primeira vez que doadores reclamam do atendimento no HEMOBA de Juazeiro. No dia 12 de maio, doadores também reclamaram da suspensão das coletas, por falta de médico.

“Cheguei no HEMOBA, aqui no Santo Antônio, e não está recebendo doação por falta de médico. Fazem campanhas e mais campanhas e não recebem as doações por falta de médico. Têm pessoas que estão precisando urgentemente de sangue e têm muitos doadores voltando. Além de pessoas que vem para doar para pacientes conhecidos, aqui também têm pessoas que vem doar, voluntariamente, para ajudar a abastecer o estoque e não estão conseguindo. A atendente me disse que só poderemos fazer a doação amanhã”, reclamou um doador na época.

Também em contato com o PNB, na ocasião outra doadora chamou a atenção para o número de pacientes que podem ser prejudicados pela suspensão do serviço.

“Vim fazer a doação de sangue para a filha de uma amiga, saí até do trabalho, mas chegando aqui fui informada que não está funcionando, porque o médico não veio. Um absurdo! Por que não botaram outro profissional para não perderem um dia de doação? Quantas pessoas serão prejudicadas por conta dessas doações perdidas? A gestão do HEMOBA precisa se posicionar sobre essa situação”, cobrou.

Na época o PNB entrou em contato com a direção do Hemoba de Juazeiro. De acordo com o órgão, o médico que atende na unidade durante as quintas-feiras adoeceu, estava internado e de licença médica.

A direção esclareceu ainda que só pode ter doação de sangue com a presença de um médico, e que no dia seguinte, o serviço seria retomado.

 

 

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.