Ex-vereador de Petrolina é acusado de agredir jornalista da Folha de Pernambuco em convenção; Miguel Coelho se manifesta em nota

Ex-vereador de Petrolina é acusado de agredir jornalista da Folha de Pernambuco em convenção; Miguel Coelho se manifesta em nota

O ex-vereador do município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, Cícero Freire está sendo acusado de agredir a repórter da Folha de Pernambuco, Pupi Rosenthal, durante a convenção do União Brasil, que tem como candidato a governador o ex-prefeito Miguel Coelho. O evento foi realizado na tarde deste domingo (31), no Clube Internacional do Recife.

A jornalista diz que foi agredida com empurrões e palavras de baixo calão pelo político, ao tentar se aproximar do palco, em uma área que, antes estava reservada exclusivamente para a cobertura da imprensa, e foi invadida pela militância.

“Em um certo momento, fui tentar encostar no palco e pedi licença ao homem – que não sabia quem era – e disse que estava precisando trabalhar. Ele respondeu que aquela era a hora da convenção e que eu deveria fazer meu trabalho depois. Quando eu disse que o espaço tinha sido invadido, ele começou a gritar que eu que estava invadindo”, relatou a jornalista.

Pupi Rosenthal contou ainda tentou ocupar outro local, Cícero começou, por baixo, a empurrá-la com o cotovelo por três vezes e  quando ela reclamou alto, ele a chamou de doida.

“Alguns outros militantes que estavam por perto nada fizeram e eu disse que ia chamar a polícia. Uma segurança do evento chegou a local e perguntou o que estava acontecendo. Enquanto eu falava, ele me xingou com palavras de baixo calão e, na frente da segurança, ainda fez gestos obscenos em minha direção”.

Ainda de acordo com as informações, pouco tempo depois, o assessor de comunicação de Miguel Coelho retirou o ex-vereador do local,  que ainda teria saido xingando a repórter novamente.

Em nota enviada ao jornal Folha de Pernambuco, o candidato a governador Miguel Coelho repudiou o ocorrido e expressou sua solidariedade à jornalista Pupi Rosenthal diante das agressões que sofreu neste domingo.

Veja na íntegra

“É inaceitável qualquer tipo de violência, menos ainda a uma jornalista mulher que cumpria apenas seu trabalho. Em horas assim é preciso se posicionar com firmeza. Repudio totalmente tamanha agressão e ao mesmo tempo reforço minha solidariedade a Pupi Rosenthal e todas as mulheres e profissionais da imprensa que indiretamente se sentiram agredidas ao ver a cena lamentável”.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco e a FENAJ também manifestam repúdio sobre o ocorrido.

Veja na íntegra 

“O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco e a FENAJ manifestam repúdio a agressão sofrida pela jornalista Pupi Rosenthal da Folha de Pernambuco. O fato ocorreu durante a cobertura da convença do partido União Brasil, neste domingo (31/07), nas dependências do Clube Internacional do Recife, que anunciou a candidatura de Miguel Coelho ao governo do estado. O Sinjope e a FENAJ acreditam na liberdade de imprensa como forma de fortalecimento da democracia, porque é a base para todo Estado Democrático. Casos como esse só mostram que jornalistas estão sim correndo risco na cobertura das eleições deste ano. Exigimos respeito e atenção das autoridades governamentais. O Sinjope disponibiliza sua assessoria jurídica para a jornalista Pupi Rosenthal e vai acompanhar de perto o caso. Qualquer ocorrência de agressão ou de impedimento do exercício da profissão deve ser denunciado! Nossa solidariedade a jornalista! A equipe de imprensa do candidato deu total apoio a jornalista após o fato no evento da convenção”.

A Folha de Pernambuco informou que procurou entrar em contato com o ex-vereador, mas não obteve sucesso.

 

Redação PNB com informações da Folha de Pernambuco  Foto: Pedro Alves/g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.