Petrolina: Polícia Civil investiga denúncia de assédio sexual contra uma aluna de escola situada no Alto do Cocar; Secretaria de Educação se manifesta

Petrolina: Polícia Civil investiga denúncia de assédio sexual contra uma aluna de escola situada no Alto do Cocar; Secretaria de Educação se manifesta

A Secretaria de Educação de Petrolina (PE) se manifestou, em nota, sobre uma denúncia de assédio sexual contra uma aluna de uma escola municipal situada no bairro Alto do Cocar.

A Polícia Civil está investigando a denúncia registrada na Delegacia da Mulher, nesta segunda-feira (1º).

Na nota, a Secretaria de Educação informou que “assim que teve conhecimento da denúncia, de forma imediata, adotou os procedimentos cabíveis, realizando uma reunião com o Conselho Tutelar e Gestores da Escola Municipal Júlia Elisa Coelho e seguirá tomando as medidas que se fizerem necessárias”.

A Secretaria também repudiou “qualquer tipo de abuso ou crime contra crianças e adolescentes, e destacou um projeto em parceria com o Ministério Público de Pernambuco, nas unidades escolares, de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

“Essa ação fez com que a Secretaria Municipal de Educação fosse considerada, pela Promotoria de Justiça, como uma das Secretarias mais atuantes do Estado na realização desse trabalho”.

Confira nota na íntegra:

A Secretaria de Educação de Petrolina informa que assim que teve conhecimento da denúncia, de forma imediata, adotou os procedimentos cabíveis, realizando uma reunião com o Conselho Tutelar e Gestores da Escola Municipal Júlia Elisa Coelho e seguirá tomando as medidas que se fizerem necessárias. Reforçamos ainda que, a gestão municipal contribui para que sejam feitas todas as averiguações a fim de que a situação seja devidamente esclarecida e agirá com o rigor que o caso exige.

A Secretaria de Educação repudia qualquer tipo de abuso ou crime contra crianças e adolescentes, inclusive, neste ano, foi desenvolvido, em parceria com o Ministério Público de Pernambuco, nas unidades escolares o projeto ‘Parou Aqui’, de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Essa ação fez com que a Secretaria Municipal de Educação fosse considerada, pela Promotoria de Justiça, como uma das Secretarias mais atuantes do Estado na realização desse trabalho.

Reiteramos que com serenidade e toda firmeza necessária faremos o que for preciso para, além de uma educação de qualidade, garantir a proteção e segurança de nossas crianças e adolescentes.

Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.