Exposição na UNIVASF apresenta ações sustentáveis do projeto Territórios da Agricultura em Petrolina

Exposição na UNIVASF apresenta ações sustentáveis do projeto Territórios da Agricultura em Petrolina

De 23 de setembro a 10 de outubro o público poderá conhecer de perto o projeto agroecológico desenvolvido pela Evoluir, com patrocínio da Bayer, no Assentamento Terra da Liberdade, visando estimular maior produção local de alimentos e geração de renda.

A partir do próximo dia 23 de setembro, a população de Petrolina poderá conferir todos os detalhes de uma iniciativa sustentável que está fomentando a segurança alimentar, a geração de renda e a organização comunitária na região. É quando começa, na sede da UNIVASF – Hall da Reitoria (Universidade Federal do Vale do São Francisco), uma exposição sobre a ação agroecológica realizada no Assentamento Terra da Liberdade pelo projeto Territórios da Agricultura, desenvolvido pela Evoluir e a Holy Cow, com patrocínio da Bayer e parceria do programa Sisteminha @sisteminha_espacoplural e do Espaço Plural @espacopluralunivasf UNIVASF. A entrada é gratuita. A coordenadora do projeto pela Evoluir, Mariana Monferdini, explica que a opção pelo Sisteminha no Terra da Liberdade garantiu uma sinergia com outras iniciativas que a UNIVASF já coordenava em Petrolina, ampliando ainda mais o impacto do projeto. “Desde a fase de capacitação até a execução de fato das atividades e colheita dos primeiros resultados, foi muito bacana observar o engajamento de todos os participantes, incluindo os profissionais da UNIVASF, a Facilitadora Kátia Gonçalves e os moradores do assentamento, além de outros apoiadores locais”.

Serviço
Exposição Territórios da Agricultura em Petrolina
Data: 23/09/22 a 10/10/22
Horário: 9h às 17h30, de segunda a sábado
Local: Hall da UNIVASF – Av. José de Sá Maniçoba, S/N, Centro, Petrolina
Entrada gratuita
Haverá tours com acessibilidade áudio-descritiva e em Libras

Programação:
23/09 – 10h: Roda de abertura | 10h30 e 15h30: contação de histórias
29 /09 e 06/10: Palestra sobre Fotografia

Sobre o Territórios da Agricultura
O Territórios da Agricultura é um projeto de educação e inovação social voltada à agricultura urbana, periurbana e rural, baseado na participação coletiva e na co-criação de ações que contribuam para o desenvolvimento sistêmico da agricultura e da cultura em determinado território. Prevê a realização de uma jornada que integra os diferentes atores locais, visando a investigação extensiva do ecossistema e a co-criação de soluções que possam fortalecer as práticas de produção de alimentos no território.

Ao longo de 40 horas de formação em cinco módulos, os participantes trabalham capacidades como autogestão, atuação em equipe, liderança, conhecimentos sobre os agrossistemas e a cultura do campo, construção coletiva de saberes, mapeamento e diagnóstico territorial, condução de pesquisas coletivas e entrevistas, técnicas e abordagens para produção fotográfica e audiovisual, registro e sistematização de informações, implementação de protótipos, entre outros.

As atividades do Territórios da Agricultura englobam ainda a entrega de materiais pedagógicos, doação de livros paradidáticos ao município, exposição audiovisual aberta e gratuita ao público (com materiais produzidos pelos próprios participantes), divulgação das iniciativas, articulação de parcerias institucionais, educação e inclusão social de jovens e adultos, visitas escolares das redes municipais de ensino à exposição e palestras educativas para os alunos.

O Territórios da Agricultura está alinhado a oito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Agenda 2030 da ONU: erradicação da pobreza (1), fome zero e agricultura sustentável (2), saúde e bem-estar (3), educação de qualidade (4), trabalho decente e crescimento econômico (8), cidades e comunidades sustentáveis (11), consumo e produção responsáveis (12) e parcerias e meios de implementação (17).

Ascom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.