Filha de uma paciente em tratamento de hemodiálise volta a reclamar da precariedade do serviço de transporte disponibilizado pela Sesau aos usuários

0

 

Maria da Conceição, filha de uma paciente em tratamento de hemodiálise na Clínica de Nefrologia de Juazeiro, Norte da Bahia, voltou a procurar o PNB para reclamar dos transtornos que os pacientes enfrentam por conta do número insuficiente e da precariedade das ambulâncias que fazem o transporte dos usuários e acompanhantes.

Maria da Conceição, que acompanha a mãe nas sessões de hemodiálise, critica a Secretaria de Saúde que não consegue uma solução definitiva para o problema.

“Isso é recorrente e vem acontecendo há meses, sem que a Sesau resolva. As ambulâncias quebradas e os pacientes acabam a sessão e precisam esperar horas por um transporte para chegar em casa”, disse a filha.

No último dia 10 de junho, após a reclamação de Maria da Conceição, o PNB procurou a Secretaria de Saúde de Juazeiro e, em nota, o órgão lamentou o transtorno dos usuários e esclareceu “que os carros que realizam este tipo de transporte necessitam de manutenção constante para garantir a segurança dos usuários e dos profissionais.”

A Secretaria disse ainda que “aguarda a conclusão do serviço para que os veículos voltem a atender os pacientes com eficiência.”

Recorrente 

É o terceiro mês seguido que o Preto no Branco encaminha reclamação semelhante à Secretaria de Saúde de Juazeiro. Mês passado, a SESAU respondeu informando ser um problema pontual, tendo o veículo sido encaminhado para manutenção, que “a equipe rapidamente providenciou a substituição do veículo e o serviço de transporte já foi normalizado”.

Redação PNB

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome