Vereador Júnior do Esporte rebate defesa do Prefeito Carlinhos de Curaça sobre denuncia do MPF

Vereador Júnior do Esporte rebate defesa do Prefeito Carlinhos de Curaça sobre denuncia do MPF

Júnior do Esporte

O vereador do município de Curaçá, Deroaldo Franco – Júnior do Esporte- rebateu informação da Prefeitura Municipal de Curaçá, veiculada na imprensa regional, referente a denúncia feita pelo Ministério Público Federal nesta segunda-feira (16), onde o prefeito Carlos Luiz Brandão Leite foi acusado por crime de peculato devido à apropriação ilegal de recursos da Caixa Econômica Federal (CEF) referentes às parcelas de empréstimos consignados concedidos aos servidores do município.

O prefeito Carlinhos afirmou que desde que assumiu o cargo em 2013 identificou valores retidos na folha dos servidores referentes à empréstimos consignados que não foram repassados a Caixa Econômica Federal. Segundo o prefeito, por este motivo foi preciso quitar os débitos passados e reprogramar os repasses futuros, dando-se assim o motivo de não repassar em dia os valores para a Caixa.

No entanto, esclarece o Vereador, os débitos apontados pela Caixa Econômica referem-se aos anos de 2014 e 2015, sendo, portando, período de governo do prefeito Carlinhos Brandão e não da gestão anterior.

Documento

O prefeito disse que “em raras situações foi necessário optar entre o repasse à Caixa Econômica Federal e o pagamento da folha pessoal”. Porém, Junior do Esporte diz que “nessas “raríssimas vezes” a prefeitura deixou de efetuar o repasse a Caixa Econômica que totalizou 11 meses de débito, num montante de R$ 2.500.000.00 de dívidas.

“As informações do prefeito são enganosas e retratam a falta de responsabilidade e de transparência da sua Gestão para com o povo de Curaçá”, conclui o Vereador.

Vereador Júnior do Esporte

Ascom/ Vereador Júnior do Esporte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.