Comunidades quilombolas e tradicionais assistem Cenas Ribeirinhas. Depois de Orocó, Cia. Biruta se apresenta hoje (23) em Lagoa Grande-PE.

Comunidades quilombolas e tradicionais assistem Cenas Ribeirinhas. Depois de Orocó, Cia. Biruta se apresenta hoje (23) em Lagoa Grande-PE.
DSC05346
Foto: Camila Rodrigues

O final de semana foi de vivência teatral no Território Quilombola Águas do Velho Chico, em Orocó-PE. A Cia. Biruta de Teatro, que vem pesquisando as culturas populares com um projeto que começou em 2014, apresentou as Cenas Ribeirinhas no povoado de Umburana. A ação faz parte da ‘Mostra Biruta 8 anos’ e segue para outras três comunidades, até o dia 29.
O local de apresentação foi cedido por uma moradora que abrigou os artistas e o público em seu terreiro, na frente de uma casa rosada. O momento reuniu moradores das cinco comunidades que compõem o território e que viram pela primeira vez uma apresentação que represente suas tradições, como lembrou Alexandre Alves Pereira. Ele é integrante da comissão quilombola e diz ter se identificado com trabalho do grupo. “É a nossa cultura, é o nosso povo. Me tocou muito, entende? Porque eles, em curtos minutos, fizeram uma experiência como se eles já tivessem vivido aqui”, completa.

DSC05363
Foto: Camila Rodrigues

Sensação também compartilhada por Mª Senhora Gomes, mais conhecida pelo apelido carinhoso de Senhorinha na sua comunidade. Como coordenadora da Associação dos Moradores Quilombolas da Mata de São José, ela reconhece a importância de preservar as tradições e diz que as cenas mostram a realidade de seu povo. “Parecia que eles estavam morando na nossa comunidade, vivendo a nossa comunidade”, conta empolgada.
A noite não parou e os moradores se reuniram na escola da comunidade, apresentando trechos de suas manifestações tradicionais, momento em que a Biruta pôde viver um pouquinho mais o lugar. “O fazer teatral é na sua essência o encontro e, no caso do nosso grupo, é vital o encontro com o rio e nossa gente, com suas lutas, mistérios, encantos e tradições. Devolver a eles nossa vivência junto a suas histórias em forma de cena nos faz querer continuar vivos e enraizados no fazer teatral, na margem do nosso Rio São Francisco”, afirma Antônio Veronaldo, diretor da companhia.
Os experimentos cênicos serão apresentados novamente nessa segunda-feira (23), às 19h, em Jutaí, Lagoa Grande-PE. Depois, seguem para a Ilha do Massangano, em Petrolina-PE, no dia 25, e para Coripós, em Santa Maria da Boa Vista, no dia 28. Além de encerrar a mostra no CEU das Águas, no bairro Rio Corrente de Petrolina, no dia 29. A programação completa da ‘Mostra Biruta 8 anos’ ainda conta com outras atividades e pode ser acessada na página da companhia no Facebook: www.facebook.com/ciabiruta.

Ascom – Cia. Biruta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.