Projeto de Horta Orgânica é destaque em unidade escolar em Casa Nova-BA

0

Estudantes do Centro Educacional Antonio Honorato, em Casa Nova no Norte do Estado, estão utilizando o conhecimento adquirido em sala de aula, com o objetivo de mostrar para a comunidade que é possível cultivar alimentos saudáveis e ainda conquistar um retorno financeiro através da economia solidária.

O Projeto Horta Orgânica surgiu através do Programa Mais Educação no ano de 2014, na modalidade Horta Escolar, com os alunos do Ensino Fundamental. O projeto foi implantado em uma área da escola não utilizada, onde alguns achavam o terreno impróprio e impossível desenvolver uma horta. A gestora da época convidou um aluno de Agronomia, do Instituto Federal do Sertão Pernambucano, que desenvolvia atividades de Horticultura para avaliar o espaço. Depois de uma análise, foi atestado que, com manejos agroecológicos, era possível implantar o projeto. Assim, iniciou-se a modalidade e obteve-se ótimos resultados com o plantio de hortaliças, como coentro, alface, couve, pimentão, pimenta, cebolinha, acelga, beterraba, cenoura, tomate e quiabo. Os manejos utilizados eram totalmente orgânicos e as hortaliças eram utilizadas na merenda escolar.

Nessa mesma época, a escola aderiu ao curso Técnico em Agroecologia e esse espaço serviu de motivação para o ingresso de alunos no referido curso, pois servia de laboratório vivo para aulas práticas. Ao término do Programa Mais Educação, o projeto da Horta teve continuidade com os alunos do curso de Agroecologia. Hoje, a ação possui como principal finalidade a capacitação dos alunos para que os mesmos possam transmitir o conhecimento adquirido para a comunidade externa, concretizando na prática o que vivenciam nesse laboratório vivo.

“A horta orgânica do CEAH é orgulho para toda a comunidade escolar, pois trata-se de um projeto agroecológico, onde oportuniza aos alunos um aprendizado contextualizado, bem como um olhar crítico da situação ambiental”. Ressalta o gestor da unidade escolar, Jorginaldo Borges.

Agindo dentro dos princípios de sustentabilidade, utilizando-se os recursos disponíveis de forma racional, os estudantes esperam que gerações futuras possam ter acesso e mantenham o interesse em dar continuidade ao projeto.

Fonte: Ascom Núcleo Territorial de Educação – NTE10 / Fotos: Arquivo da escola

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome