Rui Costa cita Juazeiro entre municípios da Bahia com taxa de crescimento da covid-19 acima de 100%: “Insuportável sob qualquer aspecto”

(foto: reprodução)

Juazeiro, no Norte da Bahia, está entre os oito municípios do Estado que estão com taxa de crescimento de casos da covid-19 acima de 100% nos últimos dez dias, conforme citou o governador Rui Costa (PT) durante live realizada na noite desta quarta-feira (1º). Também integram a lista as cidades de Jaguaquara, Feira de Santana, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, Santo Amaro, Valente e Camaçari.

De acordo com o governador, que fez um comparativo com o total de casos que tinha no dia 21 de junho e ontem (1º), Juazeiro apresentou taxa de crescimento de 127%.

“É o total de casos que tinha no dia 21 de junho com o que existe hoje. Selecionei alguns municípios acima de 100% de crescimento. Jaguaquara, comparando dia 1º com dia 21 de junho, 266% de crescimento. Crescimento gigantesco, alerta total; Feira de Santana, 142% de crescimento; Dias D’Ávila, 141% de crescimento; Lauro de Freitas, 138%; Juazeiro, 127%; Santo Amaro 127%; Valente, 11%, Camaçari, 103%”, disse o governador.

Rui Costa classificou como “insuportável sob qualquer aspecto” a situação de crescimento do número de casos nesses municípios.

“Isso aqui é insuportável sob qualquer aspecto. Mantidas essas taxas, número de vidas humanas que vai ser perdida é enorme. É preciso que possamos atuar juntos. Se número global da Bahia está mostrando certa estabilidade, algumas cidades saltam os olhos. Se houver contaminação para outras cidades, gráfico que mostramos podem mudar rapidamente”, afirmou.

O governador afirmou ainda que reuniões foram agendadas com prefeitos locais para que sejam discutidas ações.

“Vamos atuar nessas cidades, amanhã vamos começar a fazer reuniões regionais. Números preocupantes. A essa taxa, estouraríamos todos os leitos do estado em poucos dias. Isso aqui é como foco de incêndio, precisa ser debelado rapidamente. Vamos atuar para que possamos controlar. Também têm outras cidades com patamar de 98% de crescimento. Só fiz selecionar algumas com patamar acima de 100%”, disse.

20 casos por dia em junho

Uma reportagem publicada pelo PNB nesta quarta-feira (1º) mostrou que durante o mês de junho, o número de casos confirmados da covid-19 aumentou cerca de 920% na cidade de Juazeiro. Em média, a cidade baiana registrou 20,7 novos casos, por dia, do novo coronavírus. Juazeiro saltou de 76 casos, no boletim do dia 31 de maio, para 699 confirmações da infecção no dia 30 de junho. Foram 623 diagnósticos positivos para a covid-19 confirmados somente em 30 dias, número que corresponde a cerca de 89% do total.

A quantidade de mortes registradas pela covid-19 também cresceu significativamente em Juazeiro, ao longo do mês de junho. Foram 24 óbitos anunciados pela Secretaria de Saúde nos 30 dias do mês. O número representa um aumento de 700%. Em média, Juazeiro registrou 1,6 óbito a cada dois dias, no mês de junho (leia na íntegra).

Casos em Juazeiro

Juazeiro começou o mês de julho registrando um recorde no número de novos casos do novo coronavírus no período de 24 horas. Só nesta quarta-feira (1º), foram 71 diagnósticos positivos da covid-19. Com isso, o número de pessoas infectadas pelo vírus na cidade chegou a 774.

Juazeiro também confirmou nesta quarta o 29º óbito. O paciente é do sexo masculino, tinha 43 anos, não apresentava comorbidade e estava internado no Hospital Regional de Juazeiro. A cidade possui ainda 44 pessoas estão aguardando resultado ou coleta do exame. Juazeiro contabiliza 244 curas clínicas.

Dos 744 casos confirmados, 467 pessoas em isolamento domiciliar, 34 pacientes internados sendo 19 em leitos de UTI e 15 em leitos intermediários, estes em unidades hospitalares pertencentes à rede PEBA e também na UPA da cidade, unidade referência para covid-19 aos juazeirenses.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.