Mulher assassinada no Brisa da Serra era mãe de Davi Roger, acusado do assassinato de Adalberto Gonzaga

0

(fotos redes sociais)

A mulher assassinada na noite dessa quarta-feira (24), no residencial Brisa da Serra, em Juazeiro, no Norte do Estado, foi identificada como Francisca Telma da Paixão, de 59 anos.

Ela foi alvejada por disparos de arma de fogo quando estava sentada em frente a residência que morava e morreu no local. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo informações apuradas pelo PNB, Francisca era mãe de David Roger Paixão Reis, que foi encontrado morto na manhã do dia 12 de março de 2020, nas proximidades do distrito de Juremal, zona rural da cidade. O corpo estava em estado avançado de decomposição. Ele foi amordaçado e carbonizado, segundo a perícia técnica.

David Paixão havia sido denunciado pelo Ministério Público da Bahia, juntamente com o ex-diretor do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE), Joaquim Neto, e Gabriel Gomes Amaral, acusados de envolvimento no assassinato do ex-coordenador da Defesa Civil da cidade, Adalberto Gonzaga. A Primeira audiência do caso, estava marcada para o início de abril. (relembre)

O PNB entrou em contato com a Delegacia de Homicídios de Juazeiro e questionou se o homicídio de Francisca teria relação com o do filho. De acordo com o DH, ainda não há a confirmação, “no entanto, essa é uma das linhas de investigação”, afirmou o órgão.

 

Da Redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome