Funcionário da Promatre responde à Prefeitura de Juazeiro: “O Hospital não está pedindo para pagarem os salários dos funcionários não, estamos exigindo que paguem as notas fiscais de forma integral”

1

 

“O Hospital Promatre de Juazeiro não está pedindo para pagarem os salários dos funcionários não, estamos exigindo da Prefeitura de Juazeiro que pague as notas fiscais de forma integral, sem pedaços, como tem sido feito desde que a nova gestão eleita assumiu. Pagam o que querem, nas datas que acham que deve fazer, sendo que os recursos da Média Alta Complexidade – MAC do Governo Federal, pelo fundo a fundo, destinado a prefeitura cai todos os meses, em dia, mas eles sempre dizem que a prioridade é a folha dos servidores, sendo que quem garante os serviços são os prestadores que estão na linha de frente lutando pelas vidas. E somos nós que temos que aguardar pacificamente a boa vontade da prefeitura para fazerem os devidos repasses. Portanto, esclarecemos para população que estamos exigindo os repasses integrais, conforme valores obrigatórios que nos devem para cumprirmos as obrigatoriedades trabalhistas”, assim se manifestou o funcionário da Promatre, Ricardo Ribeiro, do setor de faturamento, sobre a resposta da Secretaria de Saúde de Juazeiro, em relação aos repasses feitos para a instituição hospitalar conveniada com o município.

Após funcionários do Hospital Promatre, em Juazeiro, cobrarem os repasses que deveriam ser feitos à unidade pela prefeitura da cidade, a Sesau informou que “a prefeitura pagou quase 1,5 milhão ao Hospital Promatre, desde o início da atual gestão municipal, e que “corrigiu o atraso dos pagamentos à Promatre, totalizando a quantia de R$ 1.495.661,19 (um milhão, quatrocentos e noventa e cinco mil e seiscentos e sessenta e um reais e dezenove centavos) referentes aos meses de novembro e dezembro de 2020 e parte dos serviços prestados em 2021. O repasse ao hospital segue incluído na programação de pagamento aos prestadores de serviço da Prefeitura”.

O órgão também ressaltou que “a folha de pagamento dos funcionários da Promatre não é de responsabilidade da Prefeitura de Juazeiro. O que a gestão municipal espera é que a diretoria da Promatre informe aos seus colaboradores e à sociedade as informações com a correção que se requer, de uma instituição que Juazeiro conhece e reconhece”, disse a Ascom da Sesau.

Impasse

Em um vídeo, os trabalhadores que estão há quase três meses com salários atrasados, fizeram um apelo à prefeita Suzana Ramos (PSDB). “Cadê os nossos salários? Cadê os repasses para a Promatre? Aqui têm famílias que precisam pagar dívidas, que têm crianças em casa, cobradores batem na nossa parte, precisamos honrar nossos pagamentos com os outros. Prefeita, cadê você?”, questionou um funcionário. (Reveja)

No último dia 24, representantes da Comissão Interna de Funcionários da Promatre, em Juazeiro, procuraram nossa redação para fazer esclarecimentos sobre os repasses oriundos do Governo Federal, que a instituição recebe através da Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com eles, a forma como atual gestão municipal vem realizando os repasses, gera dificuldades financeiras na instituição e em consequência, o atraso nos salários dos funcionários.

“Esta verba é carimbada. Cabe a prefeitura meramente fazer o repasse do serviço prestado, e deveria fazer isso de imediato e integralmente. Acontece que eles estão parcelando e isso prejudica a organização financeira do hospital. Por exemplo, eles repassam 400 mil de uma fatura de um milhão e meio. Este valor não é suficiente para pagar a folha de funcionários e os insumos necessários ao funcionamento do hospital e atendimento aos pacientes. A direção então tem que priorizar, com toda razão, a compra dos medicamentos e demais insumos do hospital e a folha fica pendente. Quando chega outra parcela, já existe a necessidade de insumos e por aí vai. Desta forma esfacelada é impossível a empresa se organizar financeiramente e arcar com seus compromisso”, explicou o faturista da Promatre Hércules Batista.

(Reveja)

 

Da Redação

1 COMENTÁRIO

  1. Suzanouuuu kkkkkkkk , pensei que era só tirar o garçom da prefeitura que tá tudo certo eu disse que essa turma vai quebrar Juazeiro agora aguenta 4 anos SUZANOUUUI KKKK

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome