Mulher trans é assassinada com golpes de facão em Petrolina

Mulher trans é assassinada com golpes de facão em Petrolina
(foto PNB)

A mulher trans, Lorrane de Souza, moradora de Juazeiro, no Norte da Bahia, foi assassinada na madrugada desta quinta-feira (19) com golpes de facão no município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

De acordo com as informações, o crime aconteceu próximo ao Cemitério Campo das Flores, área central da cidade. Lorrane chegou a ser socorrida para o Hospital Universitário de Petrolina, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo as informações, o acusado confessou o crime. Ele teria informado que cometeu o assassinato após a vítima assalta-lo.

(foto Ednevaldo Alves)

De acordo com o Blog Ednevaldo Alves, o autor do crime disse que após o assalto foi atrás da mulher  para recuperar os pertences, e que os dois  entraram em luta corporal  O homem ainda afirmou que como tem uma roça de cana, estava com um facão na mala do carro e pegou a ferramenta na tentativa de se defender.

O homem foi preso em flagrante e encaminhado a delegacia. O caso está sendo investigado.

Ao programa Preto no Branco transmitido na rádio Transrio 99 FM, Alzir Brasileiro, presidente da ONG Cores, falou que está acompanhando o caso e tentando contato com os familiares da vítima.

“Lorrane foi vítima do ódio, da transfobia. Se ela tivesse tido oportunidade de ter um emprego digno, acesso a educação, ela não teria sido morta a facadas. Nós não precisamos sobreviver, nós precisamos viver. Parem de nós matar”, declarou o ativista.

Em janeiro de 2018, Lorrane foi vítima de violência polícia durante o carnaval de Juazeiro. Na época, o PNB acompanhou o caso e o depoimento que vítima deu ao Capitão José de Alencar, durante denúncia a corregedoria da Polícia Militar. (relembre aqui)

 

 

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.