Após reclamação de moradores sobre festas em bar da Praça Simões Filhos, em Juazeiro, Semaurb diz que tomou providências cabíveis

Após reclamação de moradores sobre festas em bar da  Praça Simões Filhos, em Juazeiro, Semaurb diz que tomou providências cabíveis

Em contato com o Portal Preto no Branco, na madrugada dessa segunda-feira (29), moradores do centro de Juazeiro, no Norte da Bahia, reclamaram de um bar localizado na praça Simões Filho, que, segundo eles, vem desrespeitando o sossego público.

“Os vidros da minha casa chegam a ficar batendo em decorrência das bandas que tocam na praça Simões filhos. Estou de portas fechadas, distante 100 metros da praça e está assim. Não há mais paz na área. Minha mãe já não sabe o que é dormir tranquilamente de quinta a domingo por conta desse bar. As pessoas não denunciam por medo e até mesmo porque sabem que não dará em nada. Essa cidade é vergonhosa”, reclamou a moradora, que preferiu não ser identificada.

Ela nos enviou um áudio confirmando o volume alto do som. Ainda de acordo com a moradora, durante mais uma noite de descumprimento da lei do sossego, a Polícia Militar foi acionada pelos moradores, mas informou que o estabelecimento foi autorizado pela gestão municipal a funcionar até às 1h da madrugada. (Veja a reclamação)

Em resposta, a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) informou que tomou as providências cabíveis. Veja o esclarecimento na íntegra:

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) de Juazeiro informa que já tomou as providências cabíveis. O estabelecimento citado pela reportagem tinha recebido autorização para apresentação musical, entretanto, no último domingo a equipe de fiscalização foi acionada pela população e esteve no local, fez a aferição sonora e constatou que o estabelecimento havia ultrapassado o limite de decibéis permitido, infringindo assim o sossego público.
O proprietário foi advertido para diminuir a intensidade do som. Caso volte a infringir as normas, o evento poderá ser encerrado, os equipamentos musicais e aparelhos de som poderão ser apreendidos e o estabelecimento será notificado e autuado, podendo inclusive ter as autorizações para apresentações suspensas. (Ascom Semaurb)

Da Redação PNB

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.