Exclusivo: pacientes teriam sido estupradas dentro do Hospital Psiquiátrico de Juazeiro, segundo denúncias enviadas ao PNB; adolescente de 14 anos é uma das vítimas

Exclusivo: pacientes teriam sido estupradas dentro do Hospital Psiquiátrico de Juazeiro, segundo denúncias enviadas ao PNB; adolescente de 14 anos é uma das vítimas

Após a publicação pelo PNB de uma série de denúncias contra o Hospital Psiquiátrico Nossa Senhora de Fátima, em Juazeiro, feitas por um grupo de funcionários da instituição, que vão desde a precariedade no atendimento aos internos, subnutrição, falta de medicamentos, descumprimento de direitos trabalhistas, assédio moral contra os funcionários e irregularidades no processo de eleição do diretor, acusado de um suposto enriquecimento ilícito, nossa redação tomou conhecimento de um fato grave que teria acontecido na unidade psiquiátrica.

De acordo com informações obtidas por nossa equipe, dois estupros teriam acontecido nos últimos dias no hospital.

Um dos casos, ocorreu na noite da última sexta-feira (16) quando uma paciente de 14 anos, internada na instituição por ordem judicial teria sido vítima do crime de estupro de vulnerável. O acusado de praticar o estupro é um homem também internado na instituição por ordem judicial. A adolescente foi levada pelo acusado para um cômodo do hospital onde praticou o crime.

Ainda segundo informações, quando a adolescente deu entrada no hospital a profissional de saúde mental que atendeu a adolescente fez um relatório comunicando à Justiça que a instituição não tinha estrutura para a receber a paciente, mas o diretor Renan Teixeira anulou o parecer da técnica e, dias depois, demitiu a psicóloga Maria José Aroucha mantendo a menina internada.

Pelas redes social Maria José Aroucha se manifestou sobre a demissão e falou em “assédio moral”

“Meu Presente de Aniversário amanhã 21 de Setembro foi Carta de Demissão do Sanatório Nossa Senhora De Fátima De Juazeiro BA, que lutei para não fechar junto com outras Pessoas para não fechar. Luto pelo SUS e Efetivação de Direitos dos Usuários com Sofrimento Psíquico Internados de Forma Acolhedora e Humanizada. Não Concordo com Coisas Erradas digo Diretamente a Direção da Empresa e não Sou de Fazer Denúncia em Blog. Construir meu Nome Profissional no Vale do São Francisco. Sempre procurei evitar Escândalos dentro desse Gigante da Psiquiatria, logo temos Profissionais Qualificados e Capacitados nessa Unidade de Saúde Mental no Vale do São Francisco. Gratidão Senhor Jesus Cristo é Cuide de Todos Nós. Eta quanto Assédio Moral e Calúnia para com os Profissionais do HPNSF de Juazeiro BA”.

No outro caso, segundo as denúncias, a vítima foi uma paciente adulta, e o autor um funcionário da instituição, que exerce a função de cuidador.

Ainda segundo as denúncias, a direção do hospital não registrou as ocorrências na Delegacia de Polícia Civil, tentando “abafar os casos”.

Nós procuramos o diretor do Hospital Psiquiátrico e ele negou que tenha havido os casos de estupro. Também enviamos mensagem para a advogada de Renan Teixeira, mas até o momento não recebemos resposta.

Nós também enviamos as denúncias para a Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher de Juazeiro- Deam, juntamente com algumas imagens a que tivemos acesso. A delegada Rosineide Mota disse que iria investigar os casos.

Estamos enviando as denúncias também para o Conselho Tutelar.

Na reportagem publicada pelo PNB na última segunda-feira, os funcionários reclamaram que a equipe técnica do hospital é insuficiente para atender ao número de internos e internas, além de outras precariedades nas condições de trabalho.

“À noite são somente dois funcionários para cuidar de todos os pacientes masculinos e mais dois para cuidar das mulheres. Não tem vigilante.”, contou um dos denunciantes.

Após a publicação das denúncias, o Ministério Público, a Gerência Regional do Trabalho e Emprego e a Secretaria de Saúde se manifestaram.

Confira reportagem anterior e as respostas dos órgãos fiscalizadores.

Após denúncias contra o Hospital Psiquiátrico de Juazeiro, Ministério Público da Bahia esclarece sobre medidas adotadas e aciona Justiça

Redação PNB

 

 

1 comentário


  1. Um absurdo e cadê os familiares dessas pessoas e também toda população para fazer manifestação e exige que justiça seja feita e a direção do hospital seja responsabilizada
    Isso revoltante Meus Deus quanta maldade e frieza,essas pessoas doentes sofrem demais lá e ninguém faz nada.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.